Portal de Notícias Demonstrativo - Sua fonte de notícias na cidade de ...

Notícias Geral

Saiba o que é margem negativa no empréstimo consignado e confira soluções

Solicitantes do empréstimo consignado podem enfrentam a margem negativa nesse processo

Saiba o que é margem negativa no empréstimo consignado e confira soluções
Imagem: Bem Promotora.
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando
 

Você pode ter se deparado com uma situação frustrante ao tentar obter um novo empréstimo consignado apenas para descobrir uma margem negativa.

Mas o que isso significa exatamente? Antes de mais nada, é fundamental compreender o conceito de margem consignável.

 

Assim, a margem consignável se trata a porcentagem do seu rendimento mensal que pode ser comprometida com o pagamento das parcelas de um consignado.

Essa determinação tem como objetivo evitar um endividamento excessivo, garantindo que você ainda tenha recursos suficientes para arcar com suas despesas básicas.

Por exemplo, no caso do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), a margem consignável é definida pelo Conselho Nacional de Previdência Social (CNPS) e pode sofrer variações ao longo do tempo.

 

Então, se você se encontra com a margem negativa, é importante manter a calma, pois essa situação tem solução. Neste artigo, vamos explicar o que significa ter a margem negativa e como você pode resolver esse problema.

Portanto, continue lendo para entender melhor sobre a margem negativa e, mais importante ainda, aprender como solucionar essa questão. Vamos lá?

Entenda o que significa estar com a margem negativa no empréstimo consignado

Margem negativa
Solicitantes do empréstimo consignado podem enfrentam a margem negativa nesse processo. Imagem: Bem Promotora.
Você também pode gostar:

Já é possível verificar os valores e as taxas do empréstimo consignado do INSS para o ano…

Esse cenário pode ser desencadeado por uma variedade de fatores, como alterações na legislação, ajustes nos salários, cobranças indevidas ou taxas de juros excessivas.

Um exemplo ilustrativo desse fenômeno ocorreu em março de 2021, quando a Lei nº 14.131/2021 foi sancionada, elevando a margem consignável de 35% para 40%.

 

Entretanto, essa medida teve sua validade expirada em dezembro do mesmo ano. Como resultado, os beneficiários do INSS que adquiriram empréstimos consignados, comprometendo 40% de seu benefício durante a vigência da lei, se viram em uma situação de margem negativa após dezembro de 2021.

As consequências da margem negativa podem ser severas para o beneficiário, incluindo o bloqueio ou cancelamento do benefício, a impossibilidade de contrair novos empréstimos, o acúmulo de dívidas e a sobrecarga do orçamento familiar.

Dessa forma, é fundamental evitar a ocorrência da margem negativa sempre que possível. Entretanto, caso já tenha ocorrido, é importante buscar soluções para regularizar a situação o mais rápido possível.

Como identificar se sua margem consignável está negativa

É essencial estar ciente do estado da sua margem consignável, especialmente quando se trata de finanças ligadas ao INSS.

Para determinar se sua situação corresponde a margem negativa, você deve consultar o extrato de pagamento do INSS, conhecido como HISCON.

Dentro deste documento, você encontrará uma série de informações importantes, incluindo o valor bruto do seu benefício, os descontos efetuados, bem como quaisquer empréstimos consignados que você tenha contratado, juntamente com a margem consignável disponível.

Se no seu caso, for constatado ‘margem negativa‘, isso será indicado no campo “margem extrapolada” na segunda página do HISCON.

Para acessar esse documento, você pode fazê-lo através do site ou aplicativo Meu INSS, seguindo as instruções simples abaixo:

  1. Primeiramente, abra o aplicativo ou site Meu INSS e faça o login utilizando suas credenciais da conta gov.br;
  2. Depois, clique na opção “Extrato de Empréstimo” na interface inicial;
  3. Na tela seguinte, escolha o seu Benefício;
  4. Em seguida, clique em “Baixar PDF” para obter o extrato desejado;
  5. Opte pela opção “Ativos e Suspensos” e o arquivo será automaticamente baixado para o seu dispositivo móvel;
  6. Por fim, o arquivo estará disponível na pasta de downloads do seu celular para acesso imediato e visualização.

Você pode se interessar em ler também:

Soluções viáveis para resolver a margem negativa do empréstimo consignado

Para resolver a situação de margem negativa, é essencial adotar medidas que ajudem a estabilizar suas finanças. Confira algumas sugestões:

  • Verifique os descontos em seu benefício e valores do consignado: Analise cuidadosamente seu extrato de pagamento do INSS para identificar empréstimos consignados e seus respectivos descontos. Erros ou descontos indevidos podem estar comprometendo sua margem consignável sem motivo. Se encontrar alguma inconsistência, solicite correções à instituição financeira responsável pelos descontos para ajustar sua margem disponível;
  • Refinancie seu contrato consignado: Considerar o refinanciamento do empréstimo consignado pode ser uma estratégia eficaz. Isso envolve renegociar as condições do contrato, como prazos e taxas de juros. O refinanciamento pode resultar em parcelas mensais menores, liberando parte da margem consignável. Pesquise as ofertas de refinanciamento em sua instituição financeira para encontrar as condições mais favoráveis;
  • Faça a portabilidade do consignado para outro banco: A portabilidade permite transferir seu empréstimo consignado para uma instituição financeira que ofereça melhores condições, como taxas de juros mais baixas. Por fim, antes de optar pela portabilidade, compare as ofertas de diferentes bancos e leve em consideração todos os custos
FONTE/CRÉDITOS: Por Pâmella Rodrigues
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!